h1

Diferenças Culturais no Trabalho

25/02/2011

Tenho tido varias frustraçoes no trabalho ultimamente. Nada que tenha me feito perder o sono ou me descabelar, mas coisas chatas o suficiente pra me fazerem querer extender o almoço todos os dias pra nao ter que voltar pra minha mesa. Ou ficar olhando sites inutes e meu blog toda hora como agora.

Dai hoje, como parei pra analisar o porque, cheguei a conclusão de que tudo que me irrita é fruto de não saber lidar com diferenças culturais.

Eu trabalho em um projeto enorme e monstruoso, e é muito comum aqui que pessoas mudem de emprego a cada 3 meses..o que significa que a rotatividade de empregados é enorme! E só pra ter uma ideia, meu time tem umas 20 pessoas. Eu trabalho diretamente com um cara de Singapura, e nosso chefe é britanico. A nossa coordenatora é filipina e o chefe do time todo é neo-zelandes. Isso é, uma mistura louca. E pra complicar a mistura louca tem o fato de que tanta gente sai e entra ao mesmo tempo, o que torna complicado conhece-las suficiente pra entender que tipo de comportamento é cultural e toleravel, ou é pura sacanagem e falta de carater.

Esta semana eu tinha uma avaliacao de fornecedores importantissima pra ser feita. Mas a data limite pra eu entregar a avaliacao pro chefe (britanico) em um relatorio era na quarta-feira. Eu, brasileira acostumada a achar normal deixar as coisas pra ultima hora, decidi fazer o relatorio na terça feira a tarde. Eu sei exatamente quantas horas eu demoro pra fazer um relatorio, e nunca deixei de fazer nada corretamente e com atenção. Entao pra mim fazer na terça a tarde era normal, e ninguem deveria se importar contanto que eu entregue no dia correto.

Mas na segunda-feira de manha eu entrei no escritorio e, antes de tomar o meu café ou abrir o outlook, o  meu colega (singapura) pediu pra ver o meu relatorio (que nem tinha sido feito ainda!) como referencia pro que ele estava fazendo (que por sinal tinha que ser entregue daqui a 1 mes). Eu falei “nao fiz ainda”. Ele me olhou com uma cara de colica e ficou quieto. No fim do dia ele pediu de novo. Eu expliquei que ia fazer na terça a tarde…e achei que tava tudo bem!

Na terça a tarde, quando eu separei todas as informaçoes necessarias e estava prestes a fazer meu relatorio, abri os folders da empresa e vi que meu relatorio ja estava la. Como assim?! Como assim se eu nem tinha feito?!!

Sim, exatamente. O bacana (singapura) achou um absurdo que eu nao tinha feito meu relatorio no momento “correto” e sentiu pena e fez por mim. E pra completar ainda fez um trabalho mal feito e ruim.

Foi ai que nasceu um diabinho dentro de mim. Me irritei de tal maneira que ate supreendeu a mim mesma. Eu tava com a macaca e decidida a deletar tudo que ele digitou e fazer do meu jeito e bem feito. E foi exatamente o que fiz. E acabei meu relatorio antes das 5pm da maneira que tinha planejado. Novamente achei que tava tudo bem.

Na quarta-feira quando fui entregar o relatorio pro chefe (britanico), o colega (singapura) apareceu por tras de mim na velocidade da luz..e disse “EU QUE FIZ”. E eu expliquei pro chefe o que aconteceu. Conclusao: O chefe (britanico) fez eu colocar o nome do cara no relatorio, ja que ele gastou o tempo dele me “ajudando”.

Isso é sacanagem ou cultural?

Isso foi so 1 entre varios episodios da mesma natureza que aconteceram esta semana. Eu realmente tenho achado dificil lidar com culturas tao diferentes.

Advertisements

8 comments

  1. Aiii eu li seu post no celular e vim direto aqui escrever alguma coisa…. nem que seja um ” to com vc !”
    Nossa eu tenho passado por isso muito aqui nos EUA, mas meu azar tem sido com o povo da India. Aiii parece que eles me perseguem, eu tenho problema com todo indiano (a) que cruza meu caminho.
    Mas uma coisa que uma amiga me chamou a tencao sobre eles e que eles nao falam nada na cara, nem na presenca da pesssoa. So depois que vc deixa de conviver com eles que eles falam para os que ficaram coisas ( as vezes ruins ou boas) ao seu respeito. Ai eu axei isso muito estranho pq falar pelas costas e te dar a chance de tomar uma satisfacao ainda vai mas, falar depois que vc “sumiu” foi embora…. o engracado e que ate os elogios sao assim. Portugueses tb enchem meu saco nao to dando muita sorte com os portugueses que vivem aqui perto nao.
    Nem sei se tem uma receita pra lidar com essas diferencas culturais, mas o que agente nao pode deixar e de tentar nao e ?!?! Sorte ai =]


    • AHAM!!! sim, varias culturas (principalmente indianos) nao gostam de falar na cara. E eh super dificil pra nos brasileiros. Brasileiro quase sempre fala a verdade, nem que seja brincando. Caramba, muito dificil ne…
      Bola pra frente! vivendo e aprendendo


  2. putz, que raiva!!! Faz isso com ele também, começa a “ajudar”, mas faz só 10% do trablho e manda ele colocar seu nome! haahahahha
    garanto que ele não vai gostar! É muito chato trabalhaaar com gente assim, que quer dizer que é O EFICIENTE!!! Sei bem o que você tá passando!


    • hahahha to rindo muito aqui pensando na reacao dele se eu fizesse isso!!!!


  3. Nossa, que cara viadinho hein. Ah isso pra mim é falta de caráter. Se é cultural entao é tudo fdp por lá. Se o trabalho era seu e vc tava dentro do prazo, no mínimo ele viu uma oportunidade de mostrar serviço pro chefe. Ele tentou mostrar que foi melhor que vc, bancando o bonzinho. Com certeza, e nao o contratio… duvido que ele fez por dó. Ele nao teria ido correndo dizer pro chefe que foi ele quem fez se tivesse feito so pra te ajudar.
    Ah, mas isso nao é só com pessoas de outros países, por aqui mesmo no Brasil sempre tem uns fdp assim.
    Nem sempre vale a pena revidar. Esses metidinhos topetudos uma hora levam, vc vai ver. Essa nao vai ser a primeira que ele vai aprontar. Se nao for na sua empresa vai ser em outra…
    Agora usar a mesma moeda que ele usou pode ser uma boa. Nao sei se é um bom conselho, mas as vezes compensa fazer só pra evitar futuros problemas com ele.
    Ao mesmo tempo, tem coisas que é melhor ignorar e partir pra frente. Vc nao é pior que ele, cada um é de um jeito. E fala pra ele que agente fala na cara hein hehehe ele vai morrer de medo!
    Bjos e paciência aí com esse pessoal!


    • Gio..falou tudo! Eu acredito que uma hora a mascara cai…
      Eu vou tomar conta do meu espaco e tentar nao me abalar. No dia eu fiquei triste e furiosa.. Agora to mais esperta hehehe


  4. Eu acho que esse comportamento ai eh de simples falta de carater mesmo. Tbm trabalho com indianos, britanicos, filipinos, latinos e etc aki nos EUA e nunca tive esse tipo de problema (tenho outros igualmente ruins). Acho que isso vai da indole da pessoa e da aceitacao do chefe. Se o chefe permite que esse tipo de coisa aconteca, nao ha nada q vc possa fazer. Se eu fosse voce eu prepararia o proximo relatorio com bastante antecedencia so pra nao dar a chance desse infeliz “te ajudar”.

    P.S.:Nao sei se brasileiro fala td na cara nao heim… ja passei por situacoes piores no Brasil.

    Boa sorte ai!


    • Michelle,
      Concordo com vc. Tem hora que eu falo sem pensar “brasileiro nao faria assim”, mas estou me iludindo. Falta de carater existe independende da origem ou nacionalidade.
      Aprendi minha licao e da proxima vez nao vou deixar ele me “ajudar”



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: