h1

Regra da boa convivencia

17/07/2011

Quem me conhece (ou quem le o blog com cautela – sem visao tendenciosa) sabe que eu nunca afirmei nada aqui de maneira desrespeitosa. Ja disse o que acho melhor pra MIM, pra minha vida e estilo de vida. Nunca disse que um povo ou cultura ou modo de viver é “melhor” ou “pior” que outro. Procuro me basear em fatos, e claro que isso aqui é um blog…e volta e meia eu tenho o direito de dizer o que eu julgo ser melhor pra MIM.. porque o melhor absoluto pra todo mundo nao existe. Pessoas sao diferentes e portanto se adaptam a lugares diferentes e tem preferencias diferentes.

Discussao e papo legal, com visoes diferentes, sao extremamente bem-vindos. Adoro um bate-papo cheio de controversias! Adoro uma mesa de jantar com pessoas de pensamentos distintos… E com educaçao e respeito sempre aprendemos com o diferente. E acho que é por isso que gosto tanto de viajar, de conhecer pessoas de origens e idades diferentes. Tenho os amigos mais variados e de idades mais extremas possiveis.

Alias outro dia um colega (australiano) discordamos do outro 100%..e mesmo assim tivemos um papo super legal. Ele disse que nao concorda que pais queiram saber o sexo do bebe antes do nascimento..E fica chocado que isso seja tao comum no brasil. Disse que a surpresa faz toda a diferença, e colocou alguns argumentos legais na mesa e exemplos de consequencias negativas que esse descobrimento pode ter em outras culturas. Eu, Luana, pelo contrario, acho que saber o sexo do bebe é necessario pra tornar o contato com o bebe mais pessoal, e tambem apresentei meus argumentos. No fim da discussao continuamos sem concordar com o outro, mas entendemos o porque do outro pensar daquela maneira. E isso é MUITO legal.

Nao gosto quando umas pessoas passam por aqui e concluem coisas sobre meu carater e personalidade sem me conhecer. Discordar do outro é valido, mas atacar o outro por ter uma opiniao diferente nao é valido em situacao alguma. Exponha seus argumentos de maneira madura e eu posso ate concordar com vc… Quantas vezes eu nao ja mudei de opiniao? Quantas vezes voces ja nao mudaram de opiniao na vida??? A vida nao é constante, tudo muda.

A beleza do mundo esta na extensa variedade de pensamentos e comportamentos. E é vendo e se expondo ao diferente que aprendemos o maximo sobre nos mesmos… é aceitando o diferente que nos tornamos mais maduros. E pra isso nao precisa viajar ou sair do bairro. As pessoas sao diferentes no nosso proprio circulo de convivencia.

Eu adoro o fato do blog proporcionar discussoes legais, e que esse continue a ser um espaço democratico, sempre.. Seja sobre moda, cultura ou qualquer assunto!

Advertisements

9 comments

  1. Olá, quase nunca comento no seu blog
    mas sempre acesso…rs
    até coloquei nos meus link´s
    Acho vc uma pessoa muito inteligente
    e seu blog tem um conteúdo bem atrativo e divertido.

    Super Bjusss


  2. Você não precisar concordar com ninguém Luana, do mesmo jeito que os outros não precisam concordar com você, se o blog é SEU e você escreve o que quer e ainda LIBERA os comentários, você tá aceitando receber a opinião dos outros, mesmo que eles falem o que você não queria ler. Se eu não fui MADURA no meu comentário, você acabou de não ser e ainda tá chamando-me de infantil por tabela, tá vendo? Também crítica e não quer ser criticada pelos outros. Desde que você expõe o que pensa, os outros tem o mesmo direito, se não quer ser lida ou criticada não publique nada para os outros lerem. Eu não quero que você mude sua opinião e eu só escrevi daquele jeito com aquelas palavras porque você me ofendeu também, você acha que simplesmente disse o que pensa, mas pelo contrário, você com suas palavras mal medidas ofende as pessoas, me desculpe, mas eu vomitei tudo aquilo e te critiquei porque achei um absurdo as coisas que você escreveu, eu fiquei tão indignada na hora. E ninguém sempre vai concordar ou falar amigavelmente com você e muito menos vai te interpretar do jeito certo pra você, aqui não estamos cara a cara, então se eu te interpretei tão mal, você mesma pode ter me interpretado tão mal no meu comentário, isso que dá quando se lê as coisas, talvez em uma conversa frente a frente poderia se fluir melhor, mas como não é o caso, antes de ficar indignada ou escrever as coisas se coloque no lugar de quem vai ler, porque do jeito que você simplesmente escreve o que pensa na hora, as pessoas vão lhe responder da mesma maneira.


    • Mila, concordo que voce nao precisa concordar com tudo o que a Luana escreve aqui. Mas acho que voce deveria ao menos respeita-la e expor seus argumentos de forma elegante e inteligente. Em alguns momentos voce foi indelicada sim. Nao digo que voce foi infantil porque voce tem direito a ter a opiniao que tem, mas foi ofensiva e deselegante. O que foi exposto pela Luana no post passado nao foi nada de mais a ponto de te deixar indignada. E discordo de voce em mais uma questao… “E ninguém sempre vai concordar ou falar amigavelmente com você”, como assim? Concordo que nem sempre todos vao concordar com o que eh dito, mas falar amigavelmente com a outra pessoa eh questao de respeito. Voce nao precisa concordar, mas precisa respeitar. Isso que a Luana quer dizer com relacao a ‘regra da boa convivencia’. Reflita um pouquinho sobre o que ela escreveu e releia o que voce escreveu… talvez voce consiga perceber o tom ofensivo das suas palavras em resposta ao tom informativo do post da Luana.
      P.S.: Nao conheco a Luana pessoalmente antes que voce pense que sou uma amiga de anos tentando defende-la.


      • Eu só fiz o post da boa convivencia porque tinha achado que ela pegou pesado por usar palavras como “folgado”, “anta”, “porqueira” ao falar dos australianos. Po, meu marido, sogros e amigos sao da australia….

        Acho que ambas eu e a Mila nos entendemos mal…. Obrigada Michelle, e obrigada Mila por nao ter sido radical e nao ter deixado a impressao de alguem que veio aqui pra me xingar por supostamente pensar diferente…mal-entendido!


  3. Agora é você Michelle quem está me criticando e ofendendo, que beleza viu, como todo mundo acaba criticando um ao outro, reclamaram que eu fiz isso e já pararam pra pensar que estão fazendo o mesmo? E você está dizendo que eu sou nada elegante e ainda por cima burra com meus argumentos. Que bacana ein, do que adianta maquiar as palavras e no final dizer a mesma coisa? Pra mim dá no mesmo. O que pode me deixar indignada, pode não deixar a você, já parou para pensar nisso? Falar amigavelmente e respeitar são duas coisas completamente diferentes ao meu ver, nem sinônimos essas duas palavras são. Do mesmo jeito que eu não posso ter a respeitado, vocês não estão me respeitando, e ficam me ofendendo de forma “delicada”, assim pode né??? Eu não penso que você é amiga de anos, mas vocês pensam igual como já deu pra ver e é claro que você vai defendê-la. Do mesmo jeito que eu já comentei muita coisa falando bem, outro dia eu posso discordar. Eu reli o que eu escrevi e só porque eu disse que ela não pode escrever de algo que não sabe mais, questionei em que mundo ela vive e falei que ela escreveu besteira e que eu só poderia lamentar, nossa isso foi o fim do mundo, em nenhum momento a xinguei ou realmente falei algo ofensivo e ainda depois me desculpei por eu ter me exaltado, já que ela se sentiu tão ofendida. Eu critiquei mais o povo australiano do que a Luana. Vocês que me acabaram me chamando indiretamente de infantil, deselegante e burra. Mas quer saber, não vou ficar perdendo tempo vindo mais discutir, ainda mais que vocês não sabem aceitar as diferenças dos outros, eu não escondi meu nome, dei meu email, não comentei aquilo só para polemizar, só expressei minha opinião e se ela se ofendeu e os outros ainda ficam tomando as dores, então tá bom, vou fazer o que? Se é tão ruim comentar o que eu penso, não volto mais só isso, ponto final.


    • Mila, sinceramente nao tinha intencao nenhuma de te ofender. Acho sua opiniao super valida, so quis te mostrar que ha maneiras mais argumentativas de levar uma discussao. Se te ofendi, desculpas. Mas a intencao era zero! Talvez suas experiencias de vida tenham te levado a esse tipo de pensamento e minhas experiencias de vida tenham me levado a outros pensamentos. Nao tenho a minima intencao de ser a dona da verdade. Let’s agree to disagree? Assim o assunto acaba e o blog da Luana nao fica cheio de comentarios rebatendo um mesmo assunto. O espaco aqui eh bacana e nao merece ser o local pra discussoes.


    • Eu nao acho que vc seja infantil, deselegante e MUITO MENOS burra. Voce sabe argumentar bem. Voce usou varios pontos validos, e a maioria dos Australianos podem sim contar com ajuda social, facilidade de empregos e “mordomias” que o sistema oferece. Voce razao, e pra mim vc só perdeu a linha por generalizar e chamar australianos de “folgados”. Quanto a me atacar, posso ter entendido errado….

      Se vc me conhecesse pessoalmente acho que vc iria gostar de mim, e poderiamos ter um papo agradavel. Vc leu nas entrelinhas do que eu disse e eu acabei achando que vc pegou pesado comigo…


  4. Adoro seu blog e a forma como vc mostra a diferença cultural! Não acho que vc fale mal, só mostra as diferenças!
    bjinhos


    • que bon! nunca foi a intencao desrespeitar nenhuma cultura, afinal acho q a cultura nao molda a pessoa, no fundo cada pessoa eh diferente



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: