Archive for September, 2011

h1

Como assim vc sabe escrever letra cursiva?

08/09/2011

Se eu recebesse um dolar pra cada vez que me perguntam isso ja estaria rica.

Eu costumava responder que toda escola no Brasil ensina letra cursiva, e nao tem misterio. Afinal, é só escrever juntando as letras, desenhando, certo? Qualquer um consegue? Não.

E ja me deparei com algumas pessoas que nao sabem ler letra cursiva. Até conseguem, mas demoram muito pra decifrar.

Alguns acham super legal, outros acham antiquado uma “menina” de 24 anos saber (e USAR) letra cursiva.

Aos poucos eu abandonei a letra cursiva. Hoje quase nunca uso. É habito, porque nunca se sabe quem vai precisar ler minhas anotaçoes de reuniao, conferencias, etc.

 

E mais.. (CARA DE ESPANTO). Como assim vc sabe dirigir carro manual?

Essa cara de espanto eu ja espero toda vez que alguem ve meu carro, ou por acaso vai de carona no carro comigo.

Meu carro aqui é manual (carro com marcha), o que é muito incomum. Mais incomum ainda é uma pessoa de menos de 30 anos de idade saber dirigir com marchas.

Por isso a carteira de motorista da maioria aqui em Queensland tem a letra “A” do lado da categoria, o que significa que a pessoa só sabe dirigir carro automatico.

h1

Casa de Pobre

07/09/2011

No mesmo quarteirao da minha casa, uma construcao de medio porte comecou a se erguer na mesma epoca que nos mudamos. Como eh do meu interesse saber o que acontece na minha area (sou a maior bisbilhoteira do bairro, isso pode virar post.. defendo meus interesses, mando carta pra prefeitura quando tem problema, faco amizade estrategica com os vizinhos… ), fui la conversar com os peoes de obra pra descobrir o que era.  Ninguem soube explicar, soh disseram que era “obra do governo”.

A area onde moramos eh super residencial, e nem tinha chance de ser escritorios, loja ou nada similar. Contactei a prefeitura e ninguem soube informar. Ai fiquei na expectativa.. e esqueci..

O tempo passou, passou, e a construcao de medio porte comecou a tomar forma.

Pronto, nada mais nada menos que Townhouses (casas germinadas!) otimo. Lindas, otimo pra valorizacao do quarteirao!

Entrava toda semana no realestate.com.au (site local de imoveis) pra ver se as casas estavam a venda ou pra alugar.. e NADA. Continuei com a pulga atras da orelha… mas o charlie nao tava mais aguentando minha falacao sobre as casas.. e eu decidi esquecer do assunto.

Ate que comecei a ver as pessoas que se mudavam pra essas casas tinham uma aparencia estranha… barbas longas, roupas sujas, nada de moveis… as vezes umas cadeiras meio pobres, ou uns pedacos de madeira.. tudo ESTRANHO.

Ai foi conversando com os vizinhos do lado que descobri o obvio: essas casas sao construidas pelo governo pra dar de graca pros mendigos.

Fiquei encucada.. pensava “mas essas casas sao iguais ou melhores do que minha propria casa!!!!!!”

e parei pra observar que casas parecidas existem pela cidade inteira.. pros mesmos objetivos.

Nao gosto de colocar a Australia como um lugar utopico, mas o fato eh de que pobre aqui tem uma vida boa no geral, e uma pessoa soh eh mendigo(a) porque:

-decisoes proprias

-extrema ma sorte mais de uma vez na vida

-temporariamente

-uso de substancias ilicitas de forma descontrolada

No fim das contas vc pode pensar “como vc se sente morando perto dos mendigos?” Eu me sinto otima. e eles nao sao mais mendigos! As casas sao lindas, eles sao no geral muito respeitosos (porque se nao respeitarem eles perdem o direito de morar nessas casas, e as casas sao repassadas pra outros sem-casa). E o que eu mais gosto mesmo eh o fato de que, em um unico quarteirao moram algumas pessoas riquissimas, outras classe media (como eu) e ex-mendigos. E todo mundo co-existe em paz.

Brisbane nao eh um lugar utopico. de fato existem problemas. mas eu acho MUITO legal um ex morador de rua poder morar lado a lado com meu vizinho que tem 4 carros de luxo na garagem, e ainda numa casa melhor do que a dele!

h1

Um encontro

06/09/2011

Andando pela praia no Havai encontrei essa foca “descansando”. Esse tipo de foca esta ameacado de extincao, portanto eh proibido chegar perto ou perturba-las – sem contar que elas podem morder. Tirei umas fotos rapidinho e deixei a foca rolar na areia em paz.

 

 

h1

Oahu – a chegada

01/09/2011

Pra quem nao conhece nada sobre a geografia do Havai  (eu antes da viagem!), esse estado americano eh composto por varias ilhas, sendo que 4 sao bem populares pra turistas, mais ou menos em ordem de popularidade: Oahu (onde fica a capital Honolulu), Maui, Kauai e Big Island (cujo nome eh Havai, mas pra evitar confusao acabam chamando de Big Island).

Quando planejamos a viagem queriamos ver tudo, eu particularmente queria muito ver os vulcoes, mas acontece que movimentar de ilha pra ilha nao eh barato. Entao decidimos visitar soh Oahu. Oahu, apesar de ser a mais popular, movimentada e mais cheia de opcoes, definitivamente NAO eh a ilha mais popular entre os americanos. Nas partes bem turisticas de Oahu vc vai encontrar mais australiano e asiatico do que americanos (estou falando em termos de turistas). E como tinha australiano por la! me senti “em casa”.

Chegamos de manha cedinho, passamos pela imigracao rapido (eu sempre sou muuuito bem recebida na imigracao americana. felizmente nunca tive qualquer dor-de-cabeca como muita gente reclama) e fomos correndo pro hotel em Waikiki Beach. Ta, Waikiki eh o simbolo do turismo mainstream no Havai. Eh como se fosse Copacabana: Todo mundo conhece e fala, mas nao eh necessariamente o melhor lugar pra ficar. Mas eh la que queriamos ficar hospedados e nos divertir bastante.

 

 

 

 

a vista do hotel ja tava me chamando. Mesmo com o cansaco eu tava pronta pra sair pelas ruas. Eu gostei do fato que mesmo o Havai estando ha 20 horas de diferenca da Australia, acabam sendo soh 4 horas na pratica se vc pensar bem. Porque ao voar de Sydney pra Honolulu vc cruza a International Date Line (sei la o nome disso em portugues.. linha do dia?) e, fisicamente falando, seu corpo nao sente muito a mudanca de dia/tempo.

o cansaco ate bateu, mas fui tomar um cafe forte e um BAGEL..isso os americanos sabem fazer bem

 

 

Caminhamos ate Ala Moana Beach e eu vi meu nome na parede. Quem me conhece sabe que meu nome me irrita as vezes, porque ninguem aqui consegue pronunciar sem perguntar “como fala isso?”.. mas no Havai a historia eh diferente. Meu nome tava EM TODO LUGAR! Tinha rua e hotel chamados Luana. Achei um maximo

Caminhamos e caminhamos sem rumo.. e mais tarde fomos ver Waikiki mesmo

Ai bateu o cansaco.. Santo Charlie teve que aguentar minhas reclamacoes heheh meu cabelo tava irritando. Tira foto com cabelo preso, depois solta o cabelo, e prende de novo…e vai

depois posto mais