Archive for the ‘Australia’ Category

h1

Australianos e o alcool

30/10/2011

Qualquer atividade social australiana gira em torno do alcool. Não importa sua idade, crença ou hora do dia. Não são duas ou tres cervejinhas ao reunir com colegas/amigos/parceiros de negocios. Exemplo pratico – É assim em um churrasco:

(É esperado que cada pessoa leve no minimo 1 garrafa de vinho por cabeça)

 

-Uma cerveja pra começar e quebrar o “gelo” inicial de qualquer atividade soial

-1 taça de champanhe pra brindar qualquer coisa (sempre tem um motivo qualquer – viagem, o cachorro fez aniversario, nasceu o primeiro dente da criança, etc)

-2 taças de vinho branco

-Vinho tinto sem parar quando a carne é servida

-Dessert Wine ou vinho do porto

 

Ja comentei por aqui que quase todos australianos tem algum vinculo com produtores de vinho ou até mesmo alguma vinicola na familia. Entao o alcool não é so o fator principal dos encontros – mas tambem o ASSUNTO que surge o tempo inteiro. E todo mundo quer dar opiniao sobre os vinhos servidos e comentar sobre suas experiencias e conhecimentos sobre vinho.

 

 E pode parecer que australiano bebe muito – o que é fato, mas nunca tinha parado pra pensar nisso até ontem. Mas tudo é relativo. Os australianos devem achar que latinos bebem pouco.

 

Sabado fomos a um aniversario de criança as 2 da tarde – e a grande maioria das pessoas eram latinas. Vamos combinar que aniversario de criança é um saco até mesmo pros proprios pais. E só os 4 ou 5 australianos presentes estavam bebendo alcool (que eles troxeram! Porque nao estavam servindo nada alcolico), enquanto os latinos bebiam coca-cola!!! Obviamente eu tava bebendo vinho (que eu levei!) porque o Charlie colocou uma garrafa pra gelar no dia anterior só pra essa ocasião…assim como qualquer ocasiao. De fato eu ja estou acostumada a levar vinho pra todo lugar. Mas vou confessar que eu me senti sem graça de estar bebendo vinho enquanto quase todo mundo bebia refrigerante… Só tomei um pouquinho e depois fui tomar Fanta!

 

Dai ontem (domingo) fomos convidados pra ir a casa de uns colegas. Chegando la, tinham uns 7 casais australianos… quase todos com filhos pequenos. O objetivo do encontro que eles fazem semanalmente: beber vinho. E como beberam!! Eu bebi pouquissimo comparado com o resto das pessoas – Eu bebi o seguinte:

 

-1 taça de champanhe

-2 taças de vinho branco

-2 taças de vinho tinto

 

E as mães bebiam tanto – e as crianças pequenas soltas na rua, mesmo com os carros passando. Ja teve até um post polemico por aqui quando eu afirmei que mães australianas são relaxadas. No fim das contas – com todo mundo bebado – todo mundo interagiu de forma muito legal e os papos fluiam.

 

Beber muito assim é ruim? Nao (se vc souber seu limite proprio). É bom? Nao necessariamente. Faz parte da cultura e é o modo como eles encaram reunioes sociais: bebendo.

h1

Loucura!

29/08/2011

Eu sou viciada em app de radios do iPhone. Como sou preguicosa e nao gosto de pegar mp3, fico mesmo ouvindo radio o tempo todo.. no carro, trabalho, academia e afins.

e me divirto com esses apps que tocam radios do mundo todo! ouco radios brasileiras, Jovem Pan.. ouco radio mix canadense.. eu viajo longe quando estou ouvindo radio.

E foi por acaso, nessa de me aventurar em estacoes de radio aleatorias, que acabei descobrindo que, na Australia, vc pode ouvir a radio da policia…nada mais nada menos q as conversas dos policiais nos walk-talks da vida e nos carros patrulia..

loucura total

foi so clicar na radio q comecei a escutar perseguicoes de carro, pessoas suspeitas, situacoes estranhas. TUDO AO VIVO. louco, louco

mas, pra falar a verdade, nada de tao interessante acontece todo dia no batente dos policiais australianos. nada tao fora do esperado. fiquei imaginando se fosse no brasil, acho que 15 minutos de radio em qualquer cidade grande iam me traumatizar pra vida toda.

apesar da “emocao” eu soh chequei se era verdade mesmo e dps de 15 minutos desliguei. achei muita adrenalina pra minha vida rotineira e pacata.

mas se alguem tver curiosidade ta ai, nesses aplicativos de radio, basta fazer uma pesquisa

h1

Reds vs Blues

19/05/2011

Ate pouco tempo atras, quando eu pensava em esporte na australia, logo pensava em Futebol Australiano (AFL – Australian Football League). Porque eh isso que o Charlie sempre jogou, e eu venho acompanhando ha bastante tempo. Lembro como se fosse hoje das noites em Toronto em que ficamos acordados ate o amanhecer vendo a final da AFL, por causa da diferenca de tempo. No inicio eu reclamada “qual o proposito de ficar acordada vendo ISSO.” Mas quando vc esta com uma pessoa de cultura tao diferente vc acaba gostando do hobby da outra pessoa de uma hora pra outra sem perceber. E sem contar aqui que no trabalho sempre tem apostas nos placares da AFL e tal…. Ja vinha absorvendo o futebol australiano como se fosse meu esporte do coracao!

Pode parecer ironico, mas o Futebol australiano nao eh o preferido da maioria dos australianos em todas as partes da australia. Isso varia MUITO de estado pra estado. Aqui em Queensland o que reina de verdade eh o Rugby. E rola uma rivalidade muito engracada entre os defensores do Rugby e os defensores da AFL (ex: Charlie ehehe). O Charlie torce o nariz pro rugby… isso eh, torcia ate mudar pra Queensland. Aqui eh impossivel nao ser contagiado pela energia/obsessao que eh o rugby.

E semana passada um colega nosso nos convidou pra ir a um jogo de rubby. Assim como varios Queenslanders, ele eh membro e paga uma taxa anual que o da direito a entrar em todos os jogos da competicao. Essa cota tambem da direito a familia dele entrar em todos os jogos. E como a familia dele nao pode ir ao jogo, ele deu o cartao da esposa (ADULTO) pro charlie… e o cartao da filha (CRIANCA) pra mim hahahaha e tecnicamente eu soh poderia entrar se tivesse menos de 15 anos…..

Ai comecou a saga… eu fui toda nervosa passar o cartao de Crianca na catraca…

Eu de fato estava nervosa porque realmente nao eh meu forte enganar “autoridades”, principalmente aqui onde essas brechas de conduta sao muito mal vistas… Mas nao ia negar o convite e nem perder a oportunidade.

E fui com cara de inocente passar o cartao na catraca querendo que a situacao acabasse rapido. E como o karma e a ironia me perseguem, eu posicionei o cartao no lugar errado.. e logo veio o seguranca me ajudar.

Sem problemas acabei entrando e ninguem encheu meu saco por talvez pensar que eu tivesse mais de 15 anos de idade hehehhe

Fiquei me sentindo toda orgulhosa e brinquei com o charlie que os creme de olhos da clinique ta me fazendo muito bem heheh quase 25 anos nas costas mas cara de 15

E ironicamente quando fui comprar cerveja ninguem pediu minha identidade… o que eh raro por aqui.. porque quem tem menos de 25 ou 30 (varia dependendo do lugar) anos sempre precisa apresentar identidade.

Foi uma noite bem legal. Nao que eu goste realmente de rugby. Apesar da violencia no campo (que da emocao), o esporte em si eh meio repetitivo. O highlight da minha noite mesmo foi uma briguinha que aconteceu na arquibancada. Uma leve briguinha entre dois caras (o que no brasil nem ia chamar atencao de quem estivesse do lado) foi suficiente pra atrair em questao de segundos mais de 20 policiais armados e nervosos pra separar os dois rapazes!!!

h1

Video da Viagem :)

07/05/2011

Um video super breve da viagem, feito rapidinho no ultimo momento. Alias to devendo fotos do ultimo dia, que foi o mais marcante..o dia que fomos de barco pro meio da barreira de corais fazer snorkel. Nao quis gravar muito porque tava passando mal. Estou recuperando de uma gripe violenta que começou nesse dia ai, e minha voz ja tava modificada.

h1

Queenslanders

27/04/2011

O estilo tradicional de moradia da classe média australiana é, no geral, muito simples. Até a decada de 90 era comum que casas novas  fossem construidas com um unico banheiro, e com no maximo 1 garagem. Hoje em dia é dificil achar uma casa nos arredores da cidade, isso é, em bairros tradicionais, que tenha mais de 1 banheiro…ou mais de 1 garagem. É por isso que os banheiros aqui são divididos em dois comodos diferentes: um com o choveiro/banheira; outro com o vaso sanitario..e a pia fica do lado de fora. O motivo? Pra familia inteira poder usar o banheiro ao mesmo tempo.

Uma coisa que me impressiona é que tradicionalmente os australianos não esbanjam suas casas. As residencias são pequenininhas (Nada daquelas casas norte-americanas sumptuosas com pose de castelo), e em alguns estados (South Australia principalmente) casas tradicionais de 2 andares são uma exceção.

Logo que isso vem mudando muito ao longo dos anos. As casas dos suburbios mais afastados do centro, recentemente construidas, começaram a incorporar o padrão Americano de garagem grande na frente da casa, arquitetura moderna e espaços interiores enormes.  

Isso tudo varia de estado pra estado, mas em Queensland as casas tradicionais (chamadas Queenslanders) são assim:

 

(Reparem na simplicidade dessa casa acima!) Isso pertence a familias muito tradicionais em um dos melhores bairros!

Da pra reparar que tirei algumas dessas casas do Google Street View heheh

E sempre tem as mal cuidadas com cara de casa mal assombrada:

h1

Surfers Paradise

15/04/2011

Gold Coast eh um lugar que os australianos ou amam ou odeiam. Raramente tem meio termo. E pra contrariar a maioria, eu faco parte do time dos que amam!

Eu vivo dizendo que, de maneira grotesca, Gold Coast eh a Dubai da Oceania. Ta, exagerei… mas eh aqui o lugar mais sumptuoso (e infelizmente pretensioso!) por aqui. Quem tem o melhor barco, o melhor carro, as roupas mais bonitas… Toda aquela competicao implicita que acontece em todo lugar fresco.. Aqui corre solto!

Mas nao eh isso que eu gosto. Pelo contario. Eu gosto porque sou uma pessoa “da cidade”. E ja disse que as vezes me sinto sufocada com o tanto que a Australia eh rural! E toda vez que preciso de um ar mais urbano eh pra la que eu vou! E por sorte eu moro uns 50 minutos de carro de Gold Coast..e 1:10h de trem.

E no coracao de Gold Coast esta Surfers Paradise.. Eh em Surfers que ficam todos aqueles surfistas bem estereotipados, as boates mais badaladas, os restaurantes famosos, as lojas de grife…e uma praia linda.

E eh claro que nao posso deixar de checar as vitrines, sempre..Porque em Brisbane nao tem essas coisas chics!

h1

Carteira de Motorista na Australia

14/04/2011

A minha jornada pra conseguir uma open licence fora do Brasil nao foi mole. Alias, foi uma novela. (A open licence é equivalente a carteira brasileira B).

No Brasil o sistema de carteiras de motorista é relativamente simples. Depois que vc passa no teste de rua acaba por ai. Tem até aquele negocio de “Permissao” por 1 ano, mas o esforço pra tirar carteira é muito menor do que em alguns outros paises.

Ja na Australia (e no Canada tambem), as carteiras de motorista tem categorias diferentes..e com isso restriçoes diferentes. Sao restriçoes em relaçao a o horario que vc pode dirigir, quantos passageiros menores de 18 anos pode carregar no carro, quantidade de alcool no sangue que vc pode ter, e, principalmente ao poder do motor do veiculo que vc pode dirigir! Isso é muito importante aqui e levado extremamente a serio. Uma pessoa que acabou de tirar carteira aqui nao pode nem pensar em dirigir uma caminhonete potente!

Geralmente vc passa pelos diferentes tipos de carteira..ate finalmente depois de uns anos (Geralmente 4 anos aqui em Queensland) chegar na carteira final, sem restriçoes (Open Licence). E até vc chegar na carteira final, é obrigado a mostrar na frente e na parte traseira do carro o tipo de carteira que vc tem.

 

 

A idade minima pra iniciar o processo de tirar carteira é 16 anos. Porem, depois de passar no exame de legislaçao, a pessoa precisa fazer um minimo de 100 horas de treinamento na rua (podendo ser auto-escola ou com algum amigo/membro da familia)..e soh pode fazer teste de rua apos 1 ano contando a partir do dia do exame escrito de legislaçao.

A vantagem é que soh de passar na legislaçao vc ja ganha uma carteira “L” (Learner), que te da o direito de dirigir contanto que tenha algum passageiro com Open Licence sentado no banco da frente (o banco de passageiro!).

Mas e o imigrante, como fica? Precisa passar por tudo isso?

Quem tem carteira Open Licence de paises recomendados (isso é, paises da Europa, Japao, America do Norte ou outros lugares) podem somente trocar suas respectivas carteiras pela carteira australiana. So basta pagar.

Infelizmente, estrangeiros que possuem uma Open Licence de outro pais (ex: Brasil e demais paises “desenvolvidos”) podem pular alguns desses passos, mas precisam passar pelo processo mesmo assim, incluindo legislacao e teste de rua. Eh chato e irritante, mas o motivo alegado é bem obvio: o Brasil nao tem o mesmo rigor da Australia em relaçao a carteiras de motorista e transito no geral. As regras de rua sao diferentes e, sem contar que ainda existe aquela historia no Brasil de alguns FDP que compram carteira.

E é ai que mora minha saga. Eu ja tinha uma carteira canadense, mas nåo era Open Licence. Era a categoria inicial cheia de restriçoes!…Entao nao consegui fazer a troca. Precisei passar pelo processo australiano de legislacao e teste de rua.

Digo que foi uma saga porque nao foi facil. Mas eu consegui! Sou habilitada agora em 3 paises diferentes! Alem de poder “trocar” minha carteira australiana em varios outros paises do mundo.

Minhas carteiras da Australia e Canada

Estou muito feliz! e isso tambem significa que com minha Open Licence nao preciso pagar taxas exorbitantes de seguro de carro!